Bahia Adventist Clinic reception room in 2019.

Photo courtesy of Naassom Azevedo. 

Clínica Adventista da Bahia

By Adilson da Silva Vieira, and Nesias Joaquim dos Santos

×

Adilson da Silva Vieira

Nesias Joaquim dos Santos

First Published: May 29, 2021

A Clínica Adventista da Bahia (CAB) é uma instituição médico-missionária da Igreja Adventista do Sétimo Dia e faz parte da rede internacional de saúde adventista. Está situada no território da União Leste Brasileira (ULB) e funciona no campus da Faculdade Adventista da Bahia (FADBA), na BR-101, km 197, CEP 44300-000, bairro do Capoeiruçu, cidade de Cachoeira, estado de Bahia, Brasil.

A instituição médica oferece “serviços de vários professionais especializados e desenvolve pesquisas e projetos de extensão. Além disso, serve como local de estágio para estudantes de enfermagem, fisioterapia, odontologia, pedagogia e psicologia.”1 O hospital tem servido a comunidade nas áreas de Enfermagem: preventiva, pré-natal, tratamento de feridas, vacinação, medição de pressão arterial, glicose no sangue capilar e índice de massa corporal (IMC); Fisioterapia: clínicas ortopédica, neurofuncional e cardíaca; Odontologia: cirurgia dentária, odontologia pediátrica e clínica dentária; Psicologia: psicodiagnóstico, terapia infantil, terapia familiar e terapia para adultos.2

Acontecimentos que Levaram ao Estabelecimento da Instituição

Segundo relatos, o primeiro batismo adventista no estado da Bahia aconteceu em 2 de outubro de 1907. Desde então, a pregação do evangelho tem crescido e mais pessoas foram alcançadas. Junto com o desenvolvimento da igreja, instituições de ensino foram estabelecidas e o ensino superior foi impulsado no final da década de 1970.3 Nessa época, a fazenda de Capoeiruçu foi adquirida, na cidade de Cachoeira, onde a Clínica Adventista da Bahia está localizada atualmente.4 Com a compra dessa fazenda, foi fundado o Instituto Adventista de Ensino do Nordeste (IAENE, atual Faculdade Adventista da Bahia) e, algum tempo depois, cursos na área de saúde puderam ser inaugurados. Através dessa instituição de ensino, o trabalho evangelístico cresceu exponencialmente.

Após a FADBA começar a oferecer cursos na área da saúde, como enfermagem e fisioterapia, surgiu a necessidade de abrir uma clínica a fim de melhorar a aprendizagem dos estudantes e contribuir para o desenvolvimento dos programas acadêmicos.5 O curso de fisioterapia da FADBA é um dos mais antigos da instituição, aberto em 1º de fevereiro de 1999. O curso começou muito bem e, como resultado, no ano seguinte (2000), foi mencionado na revista do Conselho Federal de Fisioterapia (COFFITO).6 Tal reconhecimento motivou ainda mais os funcionários e administradores da instituição. Afinal, ter uma clínica perto da faculdade faria como que os cursos de saúde da FADBA se tornassem ainda mais relevantes.

No final do ano 2000, a professora Cláudia Bahia, coordenadora de um projeto de saúde para mais de 600 famílias na cidade de Capoeiruçu, já advertia sobre a importância de se ter uma clínica de saúde no local. Com a presença da clínica, haveria mais profissionais para servir os moradores da região, e seria possível preparar melhor os profissionais de saúde formados na FADBA para servirem à igreja e à sociedade.7

Entre os que sonharam e contribuíram ativamente para o estabelecimento da clínica estavam: Cláudia Bahia, que se tornou a primeira diretora da clínica; o vice-diretor, Prof. Silvio Bernardes; o então diretor do IAENE, Pastor Clovis Bunsen Ferreira Junior; juntamente com o diretor financeiro, Pastor Joel Gonsioroski Silva; e os pastores Helder Roger Cavalcanti Silva, Ivo de Azevedo Vasconcelos, Jorge Luiz de Oliveira Sousa e Carlos Alberto Rosa de Oliveira.8

A Fundação da Instituição

Construir uma clínica bem estruturada para fornecer serviços de saúde de qualidade para a população não é uma tarefa fácil, devido à complexidade do projeto e aos requisitos regulatórios. Tal iniciativa requeria trabalho duro, planejamento e investimento. Em 2001, a União Nordeste Brasileira (UNeB) e a Associação Bahia (AB) motivaram e investiram os recursos necessários para tornar o projeto viável. Na época, essas unidades administrativas estavam na liderança da obra adventista na região.9 Com esse apoio, a implementação da clínica começou em meados de novembro do mesmo ano.10

A cerimônia de inauguração da clínica ocorreu em 25 de abril de 2002. A área construída era de 1.445,65 m2. O evento teve início na igreja da instituição e, em seguida, os participantes se dirigiram até a clínica para a continuação do programa. Cerca de mil pessoas estiveram presentes, entre elas líderes eclesiásticos, políticos, estudantes, profissionais de diversas áreas e representantes da comunidade. Após o discurso feito pelo representante da secretaria de saúde do estado da Bahia, a fita de inauguração foi cortada, e os participantes e convidados puderam visitar as instalações da clínica. Na época, ela foi considerada como “uma das instituições de saúde mais modernas do país.”11 Os líderes desejavam que a clínica se tornasse uma “referência na região em termos de qualidade, serviço e, até mesmo, assistência social.”12

Embora seja comumente identificada desde o início como Clínica de Fisioterapia ou Clínica-Escola, seu nome oficial é Clínica Adventista da Bahia.13 A instituição foi fundada com a missão de contribuir para o desenvolvimento das habilidades práticas dos alunos da FADBA, proporcionando visão interdisciplinar na promoção da saúde física, mental, social e espiritual. Além disso, também busca motivar o crescimento profissional e pessoal de seus professores e funcionários a fim de que possam contribuir para melhorar a qualidade de vida, longevidade e educação de cada cidadão que entra em contato com a clínica.14 Ao longo da sua trajetória, a instituição permanece firme em seu propósito original.

Quando foi inaugurada, eram oferecidos serviços de reabilitação fisioterápica nas áreas de ortopedia e neurologia para adultos. No ano seguinte (2003), o número de cursos de saúde aumentou, e a clínica passou a oferecer os mesmos serviços para crianças, além de atendimento cardíaco para adultos. No mesmo ano, foram somados serviços de capelania em parceria com a faculdade de teologia, que também eram prestados no campus da universidade.15 Devido à localização da clínica e ao foco do trabalho dos funcionários, certos grupos eram atendidos com mais frequência. Idosos, obesos, grávidas, hipertensos e adolescentes sob tratamento odontológico faziam parte desse grupo.16

História da Instituição

Ao longo dos anos, através de um planejamento assistencial diversificado, a clínica tem sido caraterizada pelo contínuo desenvolvimento de suas atividades, o que pode ser percebido pela melhoria da estrutura, bem como dos serviços. Nesse sentido, houve contribuição substancial de dois projetos de pesquisa e extensão. O primeiro é o projeto de reabilitação cardiovascular, que começou em 2004 e permaneceu ativo até 2015. Tinha como objetivo oferecer terapias de recuperação para pacientes cardíacos, hipertensos e portadores de doenças metabólicas. Essa iniciativa permitiu que a clínica se tornasse uma base para a realização de pesquisas e publicações.17 O segundo é o projeto “Um sorriso para você”, programa interdisciplinar de atendimento a crianças com necessidades especiais e suas mães. Ele teve início com a participação dos professores e estudantes dos cursos de fisioterapia, pedagogia e teologia. Subsequentemente, mulheres da AFAM-SALT se uniram ao projeto,18 que colaboram com o oferecimento de cursos de artesanato.

A partir de 2005, o setor de fisioterapia foi ampliado, passando a oferecer 80 consultas diárias. Além disso, outro projeto de extensão e pesquisa foi iniciado, o “Rede Cegonha”. Esse programa, sob os cuidados do curso de fisioterapia, foi criado para ajudar as mulheres grávidas da comunidade e funcionou até 2017. Outros serviços passaram a serem oferecidos no mesmo período, como clínica médica, ortopedia e terapia familiar. Em 2008, cerca de três mil consultas foram realizadas somente pelo setor de psicologia. Entre os pacientes havia estudantes e pessoas da comunidade. Supervisionado por seus professores, estagiários do curso de psicologia foram (e ainda são) capazes de oferecer serviços em nove diferentes abordagens, de acordo com as necessidades de cada paciente.19

Em 2010, teve início o projeto “Disfunções Temporomandibulares”, com o objetivo de oferecer cuidados odontológicos e de fisioterapia específicos para os diferentes diagnósticos, tendo em vista o bem-estar do paciente ao ter de lidar com a dor orofacial.2 Nesse ínterim, a faculdade de enfermagem foi inaugurada em 2010 e, assim, o projeto recebeu reforço na medida em que os participantes começaram a ser atendidos pelos professores e estudantes desse curso. O curso de enfermagem também começou a oferecer serviços de avaliação e tratamento a feridas. Posteriormente, o projeto começou a receber apoio dos professores da faculdade de administração, que ofereciam cursos de finanças para mães. A abertura da faculdade de psicologia também tornou possível que professores e estudantes desse curso participassem do programa. No entanto, mesmo com o apoio de vários cursos, o projeto “Disfunções Temporomandibulares” foi encerrado em 2013 e retomado mais tarde em 2018.21

A partir de 2011, serviços de psicopedagogia começaram a ser oferecidos pelos os estudantes universitários. O projeto também recebeu ajuda internacional de Instituições como o departamento de odontologia da Universidade de Loma Linda e das igrejas adventistas de Maryland e Burnt Mills, nos Estados Unidos, que ainda contribuem para seu desenvolvimento. A ajuda chega tanto na forma de suporte financeiro como de aconselhamento sobre o assunto. O setor de fisioterapia também é beneficiado.22 Além disso, alunos de outras instituições adventistas que vêm para o Brasil a fim de prestar trabalho voluntário também são uma fonte de apoio. Nesse tipo de ação, os voluntários servem nas diversas atividades missionárias da FADBA, como capelania, escola de missões e no projeto “Um sorriso para você”.23

Além dos muitos esforços feitos pela administração da clínica para estabelecer parcerias com instituições adventistas, outros convênios têm sido buscados com a perspectiva de tornar possível a manutenção dos projetos já existentes e a implementação de novas iniciativas. Nesse contexto, um convênio firmado com a prefeitura municipal de Cachoeira tornou possível a inauguração da 14a Unidade de Saúde da Família, em 25 de setembro do 2014. A unidade foi construída nas dependências da Clínica-Escola e oferece consultas médicas, serviços de odontologia, medicina preventiva e vacinação à população residente nos arredores. Com essa parceria, a clínica passou a ser chamada de Unidade de Saúde da Família Esmeraldo Damasceno (USF),24 a segunda unidade na cidade de Capoeiruçu. Estudantes da faculdade, habitantes da comunidade, membros da IASD, o então diretor geral da FADBA e outros diretores da instituição, a secretaria de saúde da cidade e alguns representantes políticos estiveram presentes na inauguração. Essa importante parceria mostrou que um dos objetivos da Clínica estava sendo alcançado. Com o desenvolvimento da CAB, em 2014, uma clínica de psicologia também foi inaugurada em iniciativa conjunta com o novo setor de administração e coordenação dos estagiários da FADBA. Como resultado, a área da CAB aumentou em 727 m2, alcançando o total de 2.172,65 m2.25

Ainda em busca do bem-estar da comunidade, em 2014 e 2015 o projeto de extensão interdisciplinar chamado “Dor Crônica” entrou em ação, cujo objetivo é oferecer reabilitação para pacientes com lombalgia e fibromialgia, baseando-se no modelo da Escola da Postura,26 com a participação dos estudantes de fisioterapia e psicologia. Em 2016, a doença falciforme foi tema de pesquisa da FADBA. Em parceria com a secretaria de saúde da cidade, os estudantes, liderados pelos professores do colégio, planejaram fazer um levantamento sobre a doença nas comunidades Quilombola, onde existia um alto índice de incidência. Na cidade de Cachoeira, existem pelo menos cinco comunidades Quilombola, que receberam atenção especial.27 Como previsto, “a importância desse trabalho é o futuro desenvolvimento de um centro de referência em saúde na clínica da faculdade, onde futuramente as pessoas diagnosticadas com a doença falciforme poderão ser tratadas.”28

Através destas e de outras ações, a CAB expandiu suas atividades para além das fronteiras da cidade de Cachoeira, permitindo que pessoas de outros locais também se beneficiem de seus serviços. Com esse propósito, parcerias foram feitas com prefeitura da região, possibilitando o fornecimento de serviços médicos para mais pacientes das cidades vizinhas que vão à clínica para receber tratamento.29 Como consequência do aumento da demanda por serviços clínicos, sua estrutura foi expandida e mais funcionários foram contratados.

Desde 2015, a CAB começou a oferecer tratamento odontológico para crianças e adolescentes, sob a orientação dos professores da área. Dois anos depois (2017), em meio a uma série de inaugurações na FADBA, o setor odontológico também foi inaugurado. Esse setor, de 737 m2, foi incorporado ao complexo da clínica, aumentando sua área total construída para 2.909,65 m2. Embora a clínica ofereça cuidado odontológico desde 2015, foi apenas em 2018 que os estudantes do curso também puderam começar a prestar serviços ao público, o que contribui para o treinamento prático dos alunos, além de representar um importante aumento do número de atendimentos à população local.30

No cumprimento da sua missão médico-missionária, a clínica tem ajudado muitas pessoas a ter suas vidas transformadas pelo evangelho. Uma delas é uma jovem que recebeu ajuda médica e psicológica após ter lidado com situações difíceis que a levaram ela a pensar em suicídio. Após ter recebido estudos bíblicos e frequentado os cultos diários realizados na instituição, em meados do 2017, ela decidiu ser batizada. O batismo aconteceu na piscina da clínica e foi presenciado por cerca de cinquenta pessoas. Histórias como essa são evidência de que a CAB, além de tratar da saúde física dos pacientes, apresenta-lhes a Palavra de Deus. Por meio desse trabalho, muitas pessoas têm sido alcançadas pelo Evangelho, tendo suas vidas completamente transformadas.31 Outro paciente que teve sua vida transformada foi um promotor federal que participou de um dos projetos de saúde promovidos pela clínica. Depois de sua participação e envolvimento, ele aceitou a mensagem de salvação e se uniu à IASD.32

Em 2018, outro projeto de extensão chamado “Qualidade de vida para o trabalhador” foi iniciado, que procura oferecer atendimento multiprofissional para os funcionários da FADBA. Este foi um marco importante para a CAB, já que, a partir dessa data, seus funcionários têm se esforçado para oferecer ajuda aos funcionários do próprio campus, contando com a participação dos alunos de fisioterapia, psicologia, enfermagem e odontologia.33 Outra conquista em 2018 aconteceu quando o Hospital Adventista Pênfigo doou alguns dispositivos de esterilização para a clínica. Em pouco tempo, foi construída uma sala onde esse equipamento poderia ser usado para realizar centenas de procedimentos.34

Atualmente, o alcance e a importância do trabalho prestado pela equipe da clínica são notórios e podem ser percebidos pelo número de consultas em cada setor da instituição. A média mensal de procedimentos é de 1.152 em fisioterapia, 280 em odontologia, 415 em psicologia e 216 em enfermagem. De modo geral, são realizados cerca de 2.063 procedimentos mensais nessas quatro áreas. Entre eles, destacam-se consultas, exames, terapias de reabilitação física e psicológica, cuidado odontológico, campanhas de saúde e vacinação, prevenção da saúde e monitoramento de mulheres grávidas.35

O Papel Histórico da Instituição  

A capelania da clínica, em parceria com o Seminário Teológico Latino-Americano (SALT), tem desenvolvido um trabalho de assistência espiritual permanente para com a equipe profissional, alunos e comunidade. Dois cultos são feitos diariamente, pela manhã e à noite. Visitas aos pacientes também são realizadas, com uma média de cinco reuniões semanais. Além disso, esse setor oferece seis momentos para o estudo da Bíblia no mesmo período. Os estudantes de teologia levam os pacientes da clínica para igrejas próximas às suas casas a fim de dar continuidade às atividades missionárias. Em média, há 40 igrejas na região. Como resultado desse trabalho, 10 pacientes já foram batizados. Assim, a clínica têm sido um instrumento de auxílio ao crescimento das igrejas nos arredores. Em 2017, foi realizada a primeira reunião evangelística em suas dependências. Atualmente, a clínica tem trabalhado com um grupo de 20 adolescentes no bairro de Alecrim, na cidade de Cachoeira, onde cada sábado são oferecidos estudos bíblicos para os jovens e seus familiares.36

Ao observar a história e as atividades realizadas pela Clínica Adventista da Bahia em sua jornada institucional, é possível notar o impacto exercido no lugar onde está estabelecida. No início, seus empregados precisavam ir até a cidade de Capoeiruçu e convidar os moradores para visitarem a instituição. Muitos deles tinham receio de procurar assistência em uma clínica privada, temendo que os custos dos tratamentos fossem inviáveis à população necessitada que predomina na região. Essa noção mudou gradualmente e, à medida que os moradores da região perceberam que os serviços prestados pela CAB são acessíveis, eles passaram a buscar tratamentos e atendimento médico oferecidos através de projetos próprios da clínica, bem como da Unidade de Saúde Familiar (pelo SUS) que funciona no local. Além disso, como resultado da contínua expansão, foi possível ajudar inclusive algumas clínicas de saúde municipais e outras cidades vizinhas.37

Panorama

Embora a clínica, ao longo de sua história, tenha avançado no cumprimento de sua missão, ainda há um grande desafio a ser enfrentado. É preciso aumentar a entrada de recursos financeiros a fim de atender a demanda de atendimentos. Com maior suporte financeiro, será possível, além de melhorar seus serviços, avançar nas pesquisas na área de saúde através do acesso a tecnologias mais avançadas. Superar esse desafio vai trazer maior benefício para a clínica, para a FADBA e, consequentemente, para a população ao redor. No entanto, enquanto esta e outras melhorias não se tornam possíveis, a clínica e todos os seus colaboradores já recebem agradecimentos diários por parte dos pacientes e residentes da cidade de Capoeiruçu, que reconhecem o esforço e compromisso dedicado a eles.38

A administração da FADBA e toda a equipe administrativa e técnica da CAB planeja desenvolver a instituição médica de tal maneira que, no futuro, ela funcione como um hospital-dia, além de buscar estabelecer mais convênios e ampliar a variedade dos serviços prestados.39 Além disso, a administração se propôs a trabalhar para que a clínica se torne um centro de referência em odontologia, tornando-se um ponto de apoio para os dentistas da região, tanto na realização de exames complementares, como no oferecimento de educação continuada. Esforços continuarão sendo feitos para que a clínica aumente o oferecimento de terapias naturais, focando em um programa completo de tratamentos através dos oito remédios naturais, de acordo com a filosofia adventista da saúde integral.40 Assim, a Clínica Adventista da Bahia continuará buscando a excelência de seus serviços médicos, de forma que seu trabalho missionário continue contribuindo no sentido de que as pessoas atendidas recebam maior desenvolvimento físico, mental, social e espiritual.

Lista de Diretores

Cláudia Bahia (2002-2004); Lilian Becerra de Oliveira (2005, 2006); Menilde Araújo Bião (2006, 2007); Fabiano Lechzering Silva (2007, 2008); Karina Grace Ferreira (2008, 2009); Lilian Becerra de Oliveira (2009-2011); Rogério Spagnolo (2011-2017); Lilian Becerra de Oliveira (2018-atual).41

Referências

Almeida, Wagner. “Estudante argentina fala da paixão pelo voluntariado.” Notícias Adventistas (Online), 8 de junho, 2012.

ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar.  http://www.ans.gov.br/.

Ata da Associação Bahia, nº 219, 21 de outubro, 1977, voto nº 77-297.

Ata da Associação Bahia, nº 231, 23 de fevereiro, 1978, votos nº 78/049 e nº 079/50.

Becerra, Lilian. (Administradora da Clínica Adventista da Bahia). Entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA), 17 de junho, 2018.

Bérgamo, Fábio. “Faculdade Adventista da Bahia cresce em ritmo acelerado.” Revista Adventista, no. 6, ano 98, junho, 2003.

Carneiro, Heitor e Vanessa Arba. “Doenças falciformes são tema de pesquisa na Faculdade Adventista da Bahia.” Notícias Adventistas (Online), 8 de abril, 2016.

Clínica Adventista da Bahia. http://www.adventista.edu.br/clinica-escola.

“Clínica de Fisioterapia no IAENE irá atender comunidade carente.” Revista Adventista, no. 6, ano 98, junho, 2002.

“Clínica de Odontologia Atende Comunidade Local.” Comunica, edição semianual, 1 º semestre de 2018.

Da Redação. “IAENE: uma escola inovadora.” Revista Adventista, no. 3, ano 97 (março 2001).

Facebook. https://www.facebook.com/.

Faculdade Adventista da Bahia  http://www.adventista.edu.br/.

INCRA, “Território de comunidades quilombolas na Bahia é reconhecido pelo INCRA.”  Notícias (Online), 25 de maio, 2018.

Portal da Educação. http://portal.mec.gov.br/.

Portugal, Norma S. Informação fornecida pela secretária da Clínica Adventista da Bahia, julho, 2018.

“Profissionais Destacados Abrilhantam II Jornada Inter Profissional de Saúde.” Comunica, março-abril 2017.

Site da Igreja Adventista do Sétimo Dia (Brasil). http://www.adventistas.org/pt/.

Santiago, Gilson (diretor de construção da FADBA). Entrevistado por Nesias Joaquim dos Santos, 24 de junho, 2017.

Santos, Nesias J. e Natan F. Silva. Contando Nossa História: 110 anos da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Estado da Bahia. Salvador, BA: Publicadora EGBA, 2016.

Notas de Fim

  1. Clínica Adventista da Bahia, “Quem Somos.” acessado em 30 de junho, 2020, https://bit.ly/3ik7DhZ.
  2. Clínica Adventista da Bahia, “Nossos Serviços,” acessado em 30 de junho, 2020, https://bit.ly/2NLyqWK.
  3. Nesias J. Santos e Natan F. Silva, Contando Nossa História: 110 anos da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Estado da Bahia, Salvador, BA: Publicadora EGBA, 2016, 62.
  4. Ata da Associação Bahia-Sergipe, nº 219, 21 de outubro, 1977, voto nº 77-297.
  5. Ata da Associação Bahia-Sergipe, nº 231, 23 de fevereiro, 1978, votos nº 78/049 e nº 079/50.
  6. Faculdade Adventista da Bahia, “História da FADBA,” acessado em 4 de maio, 2020, https://bit.ly/3fmQSS2.
  7. Da Redação, “IAENE: uma escola inovadora,” Revista Adventista, no. 3, ano 97 (março 2001): 33.
  8. Gilson Santiago (diretor de construção da FADBA), entrevistado por Nesias Joaquim dos Santos, 24 de junho, 2017.
  9. Ibid.
  10. Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA), 17 de junho, 2019.
  11. “Clínica de Fisioterapia no IAENE irá atender comunidade carente,” Revista Adventista, no. 6, ano 98, junho 2002, 32; Norma S. Portugal, informação fornecida pela secretaria da Clínica Adventista da Bahia, julho de 2018.
  12. “Clínica de Fisioterapia no IAENE irá atender comunidade carente,” Revista Adventista, no. 6, ano 98, junho de 2002, 32; Fábio Bérgamo, “Faculdade Adventista da Bahia cresce em ritmo acelerado,” Revista Adventista, no. 6, ano 98 (junho de 2003): 33.
  13. Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA), 17 de junho, 2018.
  14. Norma S. Portugal, informação fornecida pela secretaria da Clínica Adventista da Bahia, julho de 2018.
  15. Ibid.
  16. Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Nesias Joaquim dos Santos, junho 2018.
  17. Ibid.
  18. A Área Feminina da Associação Ministerial é “parte da Associação Ministerial, servindo às esposas e famílias de obreiros da igreja, envolvidos no ministério profissional”. Site da Igreja Adventista do Sétimo Dia (Brasil), “AFAM e departamento dos ministérios da mulher,” acessado em 17 de abril, 2019, https://bit.ly/34VFuqz.
  19. Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA), 17 de junho, 2018.
  20. “Clínica de Odontologia Atende Comunidade Local,” Comunica, edição semianual, 1º semestre de 2018, 2.
  21. Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA), 17 de junho, 2018.
  22. Ibid.
  23. Wagner Almeida, “Estudante argentina fala da paixão pelo voluntariado,” Notícias Adventistas, 8 de junho, 2012, acessado em 11 de junho, 2019, https://bit.ly/31Z5W20.
  24. O nome é um tributo ao primeiro aluno do IAENE, que foi especialmente relevante na evangelização da comunidade local.
  25. “Prefeito inaugura a 14ª Unidade de Saúde da Família do município,” PMC 2013/2016, postagem no Facebook, 25 de setembro, 2014 (10:36 p.m.), acessado em 11 de junho, 2019,” https://bit.ly/2V14zOV.
  26. Um dos objetivos da Escola de Postura é conscientizar a população para que mude o foco em tratamentos químicos para tratamentos através de recursos físicos, com o objetivo de diminuir custos de medicação e reduzir o perigo aos usuários causado pelo uso excessivo de fármacos,” mostrando, dessa maneira, “as possíveis causas de dores na lombar e ensinar como podemos evitá-las (dicas de postura) e/ou tratá-las da melhor forma possível.” Portal da Educação, “Escola de Postura,” acessado em 17 de junho, 2019, https://bit.ly/2WMjJoq.
  27. INCRA, “Território de comunidades quilombolas na Bahia é reconhecido pelo INCRA,” Notícias, 25 de maio, 2018, acessado em 12 de junho, 2019, https://bit.ly/37xeHS2.
  28. Heitor Carneiro e Vanessa Arba, “Doenças falciformes são tema de pesquisa na Faculdade Adventista da Bahia,” Notícias Adventistas, 8 de abril, 2016, acessado em 11 de junho, 2019, https://bit.ly/2vrWYy6.
  29. Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA), 17 de junho, 2018.
  30. Faculdade Adventista da Bahia, “FADBA comemora 38 anos de existência com inauguração de estruturas e desfile cívico,” acessado em 13 de junho, 2019, https://bit.ly/2Illftu; Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA), 17 de junho, 2018.
  31. Faculdade Adventista da Bahia, “O milagre da Clínica Adventista da Bahia,” acessado em 17 de junho, 2019, https://bit.ly/2MT9sqO.
  32. Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA), 17 de junho, 2018.
  33. “Profissionais Destacados Abrilhantam II Jornada Inter Profissional de Saúde,” Comunica, março-abril 2017, 2.
  34. Faculdade Adventista da Bahia, “Sala de esterilização e novos quartos são inaugurados,” acessado em 15 de fevereiro, 2020, https://bit.ly/2RiT7dr.
  35. Lilian Becerra (administradora da Clínica Adventista da Bahia), entrevistada por Adilson da S. Vieira (redator assistente da ESDA) 17 de junho, 2018.
  36. Ibid.
  37. Ibid.
  38. Ibid.
  39. “O Hospital-Dia (HD) é um sistema de assistência intermediário entre a internação e o atendimento ambulatorial. Para procedimentos clínicos, cirúrgicos, diagnósticos e terapêuticos, o Hospital-Dia é indicado quando a permanência do paciente na unidade for necessária por um período máximo de 12 horas.” ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar, “O que é Hospital-dia?” acessado em 30 de junho, 2020, https://bit.ly/3dQ0uTg.
  40. “Oito princípios gerais de como desenvolver e manter melhor saúde física, emocional e espiritual. Para os adventistas, de acordo com Romanos 12:1 e 2, a qualidade de vida não deve ser buscada apenas com vistas à longevidade e o bem estar momentâneo, mas também para se ter um bom relacionamento entre a criatura e o Criador e Originador da vida.” São eles: “alimentação saudável, consumo regular de água, respiração de ar fresco, exposição ao sol, exercício físico, descanso, temperança e confiança em Deus. Site da Igreja Adventista do Sétimo Dia (Brasil), “Saúde,” acessado em 30 de junho, 2020, https://bit.ly/2WBF06e.
  41. Para mais informações sobre a Clínica Adventista da Bahia, acesse o site http://www.adventista.edu.br/clinica-escola/.
×

Vieira, Adilson da Silva, Nesias Joaquim dos Santos. "Bahia Adventist Clinic." Encyclopedia of Seventh-day Adventists. May 29, 2021. Accessed May 23, 2024. https://encyclopedia.adventist.org/article?id=8GDK.

Vieira, Adilson da Silva, Nesias Joaquim dos Santos. "Bahia Adventist Clinic." Encyclopedia of Seventh-day Adventists. May 29, 2021. Date of access May 23, 2024, https://encyclopedia.adventist.org/article?id=8GDK.

Vieira, Adilson da Silva, Nesias Joaquim dos Santos (2021, May 29). Bahia Adventist Clinic. Encyclopedia of Seventh-day Adventists. Retrieved May 23, 2024, https://encyclopedia.adventist.org/article?id=8GDK.