View All Photos

Júlio Miñán Ares

Photo courtesy of Brazilian White Center - UNASP.

Ares, Julio Miñán (1897–1973)

By The Brazilian White Center – UNASP

×

The Brazilian White Center – UNASP is a team of teachers and students at the Brazilian Ellen G. White Research Center – UNASP at the Brazilian Adventist University, Campus Engenheiro, Coelho, SP. The team was supervised by Drs. Adolfo Semo Suárez, Renato Stencel, and Carlos Flávio Teixeira. Bruno Sales Gomes Ferreira provided technical support. The following names are of team members: Adriane Ferrari Silva, Álan Gracioto Alexandre, Allen Jair Urcia Santa Cruz, Camila Chede Amaral Lucena, Camilla Rodrigues Seixas, Daniel Fernandes Teodoro, Danillo Alfredo Rios Junior, Danilo Fauster de Souza, Débora Arana Mayer, Elvis Eli Martins Filho, Felipe Cardoso do Nascimento, Fernanda Nascimento Oliveira, Gabriel Pilon Galvani, Giovana de Castro Vaz, Guilherme Cardoso Ricardo Martins, Gustavo Costa Vieira Novaes, Ingrid Sthéfane Santos Andrade, Isabela Pimenta Gravina, Ivo Ribeiro de Carvalho, Jhoseyr Davison Voos dos Santos, João Lucas Moraes Pereira, Kalline Meira Rocha Santos, Larissa Menegazzo Nunes, Letícia Miola Figueiredo, Luan Alves Cota Mól, Lucas Almeida dos Santos, Lucas Arteaga Aquino, Lucas Dias de Melo, Matheus Brabo Peres, Mayla Magaieski Graepp, Milena Guimarães Silva, Natália Padilha Corrêa, Rafaela Lima Gouvêa, Rogel Maio Nogueira Tavares Filho, Ryan Matheus do Ouro Medeiros, Samara Souza Santos, Sergio Henrique Micael Santos, Suelen Alves de Almeida, Talita Paim Veloso de Castro, Thais Cristina Benedetti, Thaís Caroline de Almeida Lima, Vanessa Stehling Belgd, Victor Alves Pereira, Vinicios Fernandes Alencar, Vinícius Pereira Nascimento, Vitória Regina Boita da Silva, William Edward Timm, Julio Cesar Ribeiro, Ellen Deó Bortolotte, Maria Júlia dos Santos Galvani, Giovana Souto Pereira, Victor Hugo Vaz Storch, and Dinely Luana Pereira.

 

 

First Published: January 29, 2020

Júlio Miñán Ares, colportor, pastor, evangelista e administrador, nasceu em 17 de setembro de 1897, na cidade de La Coruña, estado de Galiza, Espanha.1  Era o único filho2 de José Miñán Soares e Catharina Ares Roca.3 Sua mãe faleceu quando ele tinha cinco anos e, pouco depois, seu pai se casou com uma viúva que tinha um filho da mesma idade. Devido a problemas de relacionamento com seu novo irmão, Júlio decidiu fugir de casa aos 12 anos de idade. Com a intervenção de vários amigos, ele logo voltou para casa, mas o relacionamento com sua família não melhorou. Quando ele tinha 17 anos, saiu definitivamente de casa e embarcou em um navio da marinha mercante do Uruguai, onde trabalhava como cozinheiro. Foi assim que Júlio chegou à América do Sul. Permaneceu em Montevidéu, Uruguai, por um breve período e posteriormente mudou-se para a cidade de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil.4

Em Porto Alegre, Júlio teve algumas experiências que mudaram sua vida. Enquanto trabalhava em uma fábrica de doces, ele conheceu uma jovem chamada Nila Maia, que era a supervisora da empresa. Certo dia, ela o convidou para ajudar no culto da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Ele ficou interessado em aprender mais sobre as crenças adventistas e logo começaram a estudar a Bíblia juntos. Nesse ínterim, eles também começaram a namorar e logo depois eles foram batizados na Igreja Adventista.5 Não demorou muito para que os namorados decidissem se casar, o que aconteceu na década de 1920 na cidade de Porto Alegre. Dessa união nasceram sete filhos: Noemi, Betty, Miriam, as gêmeas Rachel e Dalila, Rachel Dalila e Aristarco.6

Logo após o casamento, Júlio sentiu o desejo de dedicar a sua vida ao serviço de Deus.7 Em 1923,8 ingressou no curso de Teologia do Colégio Adventista Brasileiro (CAB) e se formou em 1925.9

Enquanto estudava, Júlio pagou seus estipêndios escolares trabalhando como sapateiro10 e vendendo livros denominacionais, atividade em que obteve sucesso notável.11 Ele também lecionou um curso de colportagem para os alunos do CAB que queriam aprender suas técnicas de vendas.12 Por causa de sua habilidade nessa área, antes de se formar,13 ele foi convidado a trabalhar como diretor de colportagem na Missão da Bahia.14 Júlio aceitou o convite e assumiu esta posição no final de 1925,15 a qual exerceu até o início de 1928.16 Nesse ano, ele também trabalhou como evangelista na cidade de Juiz de Fora, estado de Minas Gerais.17

No final de 1928, ele recebeu uma nomeação inesperada da Divisão Adventista do Sul da Europa para trabalhar como diretor de colportagem da Missão Portuguesal.18 Júlio desempenhou um papel pioneiro no estabelecimento do ministério editorial local. Quando ele chegou ao país em dezembro, soube que não havia colportores nem muitos livros para vender. Juntamente com outros servos da Missão Portuguesa, ele começou a orar para que jovens da igreja se tornassem colportores. Gradualmente, com a ajuda de Deus, muitos jovens se envolveram nesse ministério. Após três anos, o número de colportores equivalia a dez por cento dos membros da missão.19

Enquanto trabalhava nesse campo, Júlio também pregou a fé adventista na Ilha da Madeira, em Portugal. O trabalho evangelístico local começou por iniciativa de J. G. da Silva, que pediu ajuda à Missão Portuguesa, pois desejava que sua fé fosse disseminada em sua terra natal. Colportores foram enviados para a cidade do Funchal, o principal centro urbano da ilha, e Júlio foi responsável por pregar a primeira série de reuniões evangelísticas no local.20 O pastor E. P. Mansell deu continuidade ao evangelismo e a primeira igreja da ilha foi organizada em Funchal em 1932.21

Ainda naquele ano, Júlio foi transferido como pastor licenciado para a cidade de Burgos, na província de Burgos, pertencente à Missão Espanhola.22 Enquanto trabalhava ali, em 1934 passou pela difícil experiência de perder suas filhas gêmeas, Raquel e Dalila, por uma epidemia de sarampo.23 Além disso, ele e sua família ficaram confinados em sua casa por cerca de 30 dias por causa da Revolução Espanhola, liderada pelo general Franco.24 Depois de ser libertados, foram para Portugal, onde ele serviu como pastor na Igreja de Lisboa durante o ano de 1935.25

A família retornou ao Brasil em 1936, quando Júlio se tornou ministro licenciado na Missão Rio-Espírito Santo.26 Nessa missão, ele serviu como pastor nas cidades de Vitória, capital do estado do Espírito Santo,27 e Campos dos Goitacazes, no estado do Rio de Janeiro,28 onde ensinou na escola adventista local.29 Em 1938, Júlio foi ordenado ao ministério.30 Em 1940, foi transferido para a Missão da Bahia, onde trabalhou como pastor até 1942.31 Depois disso, aceitou um convite para trabalhar na Missão de Rio-Minas Gerais, onde permaneceu até 1944.32

Júlio Miñán Ares se aposentou em 1945 como ministro na União Leste Brasileira.33 Depois de se aposentar, mudou-se para a Bahia, onde viveu até sofrer de uma doença e voltar ao Rio de Janeiro.34 Durante sua aposentadoria, ele serviu como ancião e professor da Escola Sabatina na Igreja Central do Rio de Janeiro.35 Ele também colportou e era frequentemente convidado a pregar em várias igrejas da Missão Rio-Minas Gerais.36 Em 8 de setembro de 1950, ele recebeu sua cidadania brasileira após enviar uma carta de solicitação ao presidente Getúlio Vargas.37

Ainda no período de aposentadoria, Júlio prestou contribuições acadêmicas, artísticas e literárias. Ele escreveu vários artigos sobre temas científicos que resultaram na produção de duas coleções. A primeira, denominada Maravilhas da Ciência, era composta pelos seguintes livros: Maravilhas da ciência; Os pergaminhos do mar morto; Mistérios e surpresas do átomo; Harmonias da natureza; Mistérios da Biologia; e Glossário. A segunda coleção, chamada A Conquista do Espaço, é composta pelos seguintes volumes: A Conquista do Espaço; Realizações Científicas do Ano Geofísico Internacional; Nosso Sistema Solar; Constelações e Nebulosas; Enigmas Cósmicos; e As Estrelas Diferem em Glória.38

Em 6 de setembro de 1967, sua esposa, Nila, faleceu e foi enterrada na cidade do Rio de Janeiro, no cemitério São Francisco de Paula.39 Durante esse período, Júlio foi co-autor e colaborador técnico da Enciclopédia do Programa Educacional de Orientação Nacional (PEON), coleção produzida em 1968 pelo Ministério da Educação do Brasil para ser usada no ensino médio.40  Júlio faleceu em 13 de outubro de 1973, aos 76 anos de idade, no Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro, e foi enterrado ao lado de sua esposa.41

Referências

Bainer, C. L.. “Curso de Colportagem no Collegio.” Revista Mensal, v. 20, no. 11, novembro de 1925, 13-14. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Dados Biograficos coletados por Samuel Vallado. Acervo do Centro Nacional da Memória Adventista/Centro de Pesquisas Ellen G. White: UNASP-EC, Estante 2. Patreleira 13. Pasta/Caixa “Ares, Júlio Miñán.” Acessado em 25 de abril, 2017.

Brown, J. L. “Convention in Campos.” South American Bulletin, v. 15, no. 6/7, junho/julho de 1939, 7. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

“East Brazil Notes.” South American Bulletin, v. 4, no. 5, maio de 1928, 3. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Kotz, E. “How Shall They Hear Without a Preacher? from the South American Division,” Review and Herald, v. 106, no. 4, 24 de janeiro de 1929, 4.

Margarido, Manoel. “Cursos de Colportagem nos Estados do Norte.” Revista Mensal, v. 23, no. 1, janeiro 1928, 13-14. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Miñán, Júlio. “As Maravilhas de Deus em Portugal.” Revista Adventista, v. 26, no. 10, outubro de 1931, 10-12. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Miñán, Júlio. “Já Morreu!” Revista Mensal, v. 21, no. 6, junho 1926, 10. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Miñán, Júlio. “Nossos Jovens - Como a Educação Cristã me Auxilia em meu Trabalho para o Mestre.” Revista Mensal, v. 21, no. 9, setembro de 1925, 10-11. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Miñán, Júlio. “Sob Suas Asas Estou Descansando.” Revista Adventista, v. 29, no 6, junho de 1934, 8-9. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Miñán, Júlio. “Victory in Victoria.” South American Bulletin, v. 12, no. 11, novembro de 1936, 5.

“Nas Linhas de Fogo.” Revista Mensal, v. 21, no. 5, maio de 1926, 14-15. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

“Notícias.” Revista Adventista, v. 27, no 6, junho de 1932, 7. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Oliveira, Saturnino M. “A Colportagem em Minas Gerais.” Revista Mensal, v. 23, no. 10, outubro de 1928, 9-10. Acessado em 8 de maio, 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

“Primeiro batismo na Ilha da Madeira...” Revista Adventista, v. 27, no. 12, dezembro de 1932, 9. Acessado em 8 de maio de 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Seventh-day Adventist Yearbook. Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1926. Acessado em 24 de agosto de 2016, http://docs.adventistarchives.org/docs/YB/YB1926__B.pdf#view=fit.

Seventh-day Adventist Yearbook. Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1928-29, 1933, 1937-39, 1941-44, 1946. Acessado em 25 de agosto de 2016, https://documents.adventistarchives.org/Yearbooks/Forms/AllItems.aspx

Varney, F. C. “A Colportagem no Rio de Janeiro.” Revista Mensal, v. 20, no. 11, novembro de 1925, 13. Acessado em 8 de maio de 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Zeroth, J. M. “A Colportagem em 1924 no Rio Grande do Sul.” Revista Mensal, v. 20, no. 3, março de 1925, 8-9. Acessado em 4 de maio de 2017, http://acervo.revistaadventista.com.br/.

Notas de fim

  1. Dados Biográficos coletados por Samuel Vallado (Acervo do Centro Nacional da Memória Adventista/Centro de Pesquisas Ellen G. White: UNASP-EC), 1.
  2. Betty Miñán Gomes, entrevistado por Mayla Graepp, Cetro de Pesquisas Ellen G. White: UNASP-EC, Engenheiro Coelho, São Paulo, 25 de agosto, 2016.
  3. Dados Biograficos coletados por Samuel Vallado, 1.
  4. Ibid., 3.
  5. Ibid., 3.
  6. Betty Miñán Gomes, entrevistada por Mayla Graepp.
  7. Dados biográficos coletados por Samuel Vallado, 3.
  8. Júlio Miñán, “Nossos Jovens - Como a Educação Cristã me Auxilia em meu Trabalho para o Mestre,” Revista Mensal, v. 21, no. 9, setembro de 1926, 10.
  9. Dados Biográficos coletados por Samuel Vallado, 3.
  10. Ibid.
  11. F. C. Varney, “A Colportagem no Rio de Janeiro,” Revista Mensal, v. 20, n. 11, novembro 1925, 13; e Zeroth, J. M., “A Colportagem em 1924 no Rio Grande do Sul,” Revista Mensal, v. 20, no. 3, 8.
  12. C. L. Bainer, “Curso de Colportagem no Collegio,” Revista Mensal, v. 20, no. 11, novembro de 1925, 13.
  13. Varney, 13.
  14. “Nas Linhas de Fogo,” Revista Mensal, v. 21, no. 5, maio 1926, 14; e Miñán, Júlio, “Já Morreu!” Revista Mensal, v. 21, no. 06, junho de 1926, 10.
  15. Varney, F. C.; “Bahia Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1926), 173.
  16. “Bahia Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1928), 196; e Margarido, Manoel, “Cursos de Colportagem nos Estados do Norte,” Revista Mensal, v. 23, no. 1, janeiro de 1928, 14; and “East Brazil Notes,” South American Bulletin, v. 4, no. 5, maio de1928, 3.
  17. Saturnino M. Oliveira, “A Colportagem em Minas Gerais,” Revista Mensal, v. 23, no. 10, outubro de 1928, 10; e dados biográficos coletados por Samuel Vallado, 3.
  18. “Portuguese Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1929), 155; e Miñán, Júlio, “As Maravilhas de Deus em Portugal,” Revista Adventista, v. 26, no. 10, outubro de 1931, 10.
  19. Júlio Miñán, “As Maravilhas de Deus em Portugal,” Revista Adventista, v. 26, no. 10, outubro de 1931, 10; e Kotz, E., “How Shall They Hear Without a Preacher? from the South American Division,” Review and Herald, v. 106, no. 4, janeiro 24 de 1929, 4.
  20. Júlio Miñán, “As Maravilhas de Deus em Portugal,” Revista Adventista, v. 26, no. 10, outubro de 1931, 10-11.
  21. Ibid., 11; Júlio Miñán, “Primeiro batismo na Ilha da Madeira” Revista Adventista, v. 27, no. 12, dezembro de 1932, 9; Júlio Miñán “Notícias,” Revista Adventista, v. 27, no. 6, junho de 1932, 7.
  22. “Spanish Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1933), 203, 348; e dados biográficos coletados por Samuel Vallado, 3.
  23. Júlio Miñán, “Sob Suas Asas Estou Descansando,” Revista Adventista, v. 29, no. 6, junho de 1934, 8-9.
  24. Dados Biográficos coletados por Samuel Vallado, 3.
  25. Betty Miñán Gomes, entrevistada por Mayla Graepp.
  26. “Rio-Espírito Santo Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1937), 177.
  27. Betty Miñán Gomes, entrevistada por Mayla Graepp; and Miñan, Julio, “Victory in Victoria,” South American Bulletin, v. 12, no. 11, novembro1936, 5.
  28. Betty Miñán Gomes, entrevistada por Mayla Graepp; and Brown, J. L., “Convention in Campos,” South American Bulletin, v. 15, no. 6/7, junho/julho de 1939, 7.
  29. Betty Miñán Gomes, entrevistada por Mayla Graepp.
  30. “Rio-Espírito Santo Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1938), 179; e “Rio-Espírito Santo Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1939), 183.
  31. “Rio-Espírito Santo Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1941), 184; e “Bahia Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1942), 138.
  32. “Rio-Minas Gerais Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1943), 147; e “Rio-Minas Gerais Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1944), 144.
  33. “East Brazil Union Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1946), 151.
  34. Dados biográficos coletados por Samuel Vallado, 3.
  35. Ibid., 5.
  36. Ibid., 3.
  37. Ibid., 2.
  38. Ibid., 4.
  39. Betty Miñán Gomes, entrevistada por Mayla Graepp.
  40. Dados biográficos coletados por Samuel Vallado, 5.
  41. Ibid., 2.
×

UNASP, The Brazilian White Center –. "Ares, Júlio Miñán (1897–1971)." Encyclopedia of Seventh-day Adventists. January 29, 2020. Accessed April 09, 2024. https://encyclopedia.adventist.org/article?id=6GDC.

UNASP, The Brazilian White Center –. "Ares, Júlio Miñán (1897–1971)." Encyclopedia of Seventh-day Adventists. January 29, 2020. Date of access April 09, 2024, https://encyclopedia.adventist.org/article?id=6GDC.

UNASP, The Brazilian White Center – (2020, January 29). Ares, Júlio Miñán (1897–1971). Encyclopedia of Seventh-day Adventists. Retrieved April 09, 2024, https://encyclopedia.adventist.org/article?id=6GDC.