View All Photos

Ruy Nagel

Photo courtesy of Brazilian White Center - UNASP. 

Nagel, Ruy Heinrich (1939–2015)

By The Brazilian White Center – UNASP

×

The Brazilian White Center – UNASP is a team of teachers and students at the Brazilian Ellen G. White Research Center – UNASP at the Brazilian Adventist University, Campus Engenheiro, Coelho, SP. The team was supervised by Drs. Adolfo Semo Suárez, Renato Stencel, and Carlos Flávio Teixeira. Bruno Sales Gomes Ferreira provided technical support. The following names are of team members: Adriane Ferrari Silva, Álan Gracioto Alexandre, Allen Jair Urcia Santa Cruz, Camila Chede Amaral Lucena, Camilla Rodrigues Seixas, Daniel Fernandes Teodoro, Danillo Alfredo Rios Junior, Danilo Fauster de Souza, Débora Arana Mayer, Elvis Eli Martins Filho, Felipe Cardoso do Nascimento, Fernanda Nascimento Oliveira, Gabriel Pilon Galvani, Giovana de Castro Vaz, Guilherme Cardoso Ricardo Martins, Gustavo Costa Vieira Novaes, Ingrid Sthéfane Santos Andrade, Isabela Pimenta Gravina, Ivo Ribeiro de Carvalho, Jhoseyr Davison Voos dos Santos, João Lucas Moraes Pereira, Kalline Meira Rocha Santos, Larissa Menegazzo Nunes, Letícia Miola Figueiredo, Luan Alves Cota Mól, Lucas Almeida dos Santos, Lucas Arteaga Aquino, Lucas Dias de Melo, Matheus Brabo Peres, Mayla Magaieski Graepp, Milena Guimarães Silva, Natália Padilha Corrêa, Rafaela Lima Gouvêa, Rogel Maio Nogueira Tavares Filho, Ryan Matheus do Ouro Medeiros, Samara Souza Santos, Sergio Henrique Micael Santos, Suelen Alves de Almeida, Talita Paim Veloso de Castro, Thais Cristina Benedetti, Thaís Caroline de Almeida Lima, Vanessa Stehling Belgd, Victor Alves Pereira, Vinicios Fernandes Alencar, Vinícius Pereira Nascimento, Vitória Regina Boita da Silva, William Edward Timm, Julio Cesar Ribeiro, Ellen Deó Bortolotte, Maria Júlia dos Santos Galvani, Giovana Souto Pereira, Victor Hugo Vaz Storch, and Dinely Luana Pereira.

 

 

First Published: July 7, 2021

Ruy Heirich Nagel foi um pastor, administrador e tesoureiro brasileiro.

Primeiros Anos

Ruy Heirich Nagel nasceu em 27 de setembro de 1939, na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, apesar de sua certidão de nascimento indicar Jaguari, área rural desse estado. Era o mais novo dos cinco filhos de Arthur Nagel e Ida Heinrich Nagel: Ruy, Arthur, Ernesto, Tully e Maria.1 Seus pais eram imigrantes adventistas alemães, mas, no contexto da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), a família se dissociou das tradições de seu país, inclusive da língua alemã. Por esse motivo, Ruy era o único de sua família que não falava alemão. Ele cursou dois anos do ensino fundamental em Jaguari, em uma escola dirigida por freiras católicas. Posteriormente, a família se mudou para a cidade de Porto Alegre, onde continuou seus estudos em uma escola pública até o fim da quinta série.2

Em 1952, aos 12 anos de idade, se matriculou no Ginásio Adventista de Taquara, Rio Grande do Sul, atual Instituto Adventista Cruzeiro do Sul, formando-se no ensino secundário em 1955. Enquanto estudava no local, tomou a decisão de se tornar um pastor adventista. Por isso, em seguida, mudou-se para São Paulo e ingressou no Colégio Adventista Brasileiro (atual Centro Universitário Adventista de São Paulo), onde se formou no curso comercial (administração) em 1958. Em seguida, se matriculou no curso de Teologia, graduando-se em 1962. Enquanto estudante do seminário, Ruy trabalhava na Superbom (indústria adventista de alimentos) e, no ano de sua formatura, chegou a ser contador assistente da fábrica. Após a graduação, recebeu um convite para continuar trabalhando na Superbom, mas recusou porque seu desejo era ser pastor.3

Ainda enquanto estudante de graduação, casou-se com Evelyn Skrobot Paraná, em 19 de dezembro de 1961. Ao lado do marido, Evelyn foi grande auxiliadora na pregação do evangelho. Depois da jubilação de Nagel, ela atuou em dois ministérios da Divisão Sul-Americana: foi diretora do Ministério da Mulher e da Ala Feminina da Associação Ministerial (AFAM).4 Após o lançamento do Projeto Quebrando o Silêncio (movimento de mobilização contra todos os tipos de abuso e violência) pela Associação Geral, ela foi pioneira no Brasil em sua promoção.5

Ministério

Ruy Nagel ingressou no serviço denominacional em 1962, quando aceitou o chamado da Associação Sul-Rio-Grandense para liderar um novo distrito pastoral em Porto Alegre, que contava com 13 igrejas e grupos. Este havia sido criado para atender à necessidade que surgiu após uma série de conferências evangelísticas realizada pelo Pastor Enoch de Oliveira, na cidade de Petrópolis, que resultaram no grande aumento do número de membros. Para auxiliar Ruy, Emmanuel Zorub, um pastor experiente e presidente da Associação Sul-Rio-Grandense, frequentou a Igreja Central por dois anos, que era uma das igrejas pertencentes ao distrito de Ruy.6

Mais tarde, Ruy aceitou o convite para liderar o Departamento de Expansão Patrimonial da Associação Sul-Rio-Grandense, sendo responsável por cuidar do patrimônio das igrejas do campo. Parte de sua responsabilidade era também dar auxílio às igrejas em construção. Ruy serviu nessa função de 1964 a 1966.7 A pedido da associação, também liderou o Departamento de Educação em 1966, sendo responsável pelas escolas adventistas do campo (muitas delas operando em prédios aos fundos da igreja).8

Em 27 de janeiro de 1967, Ruy foi ordenado ao ministério pastoral.9 No mesmo ano, ele foi chamado pela União Sul Brasileira para ser secretário-tesoureiro da Missão Brasil Central, onde seria responsável pelas igrejas adventistas nos estados de Goiás, Distrito Federal e Minas Gerais.10 Como tesoureiro, ele teve sua primeira experiência no campo missionário. Deixando sua cidade natal, família e amigos, Ruy e esposa contribuíram para a manutenção da lancha médico-missionário pioneira no rio Araguaia. A lancha missionária promovia instrução em princípios de vida saudável e assistência médica e odontológica gratuita à população. Ele auxiliou o trabalho evangelístico com os índios Carajás, localizado no antigo Posto de Fontoura, na ilha do Bananal. Participou também do processo de construção da Igreja Adventista Central de Brasília, inaugurada em 1968.11

Em dezembro de 1969, depois de servir à Missão Brasil Central por um ano e meio, ele aceitou o convite para ser tesoureiro da Casa de Saúde Liberdade, onde permaneceu por nove meses.12 Em 1970, foi chamado para trabalhar como secretário/tesoureiro da União Norte Brasileira,13 presidida pelo Pastor João Wolff. Nesse período, participou da inauguração do novo edifício do Hospital Adventista de Belém.14

Posteriormente, em 1971, foi chamado para ser o diretor administrativo do Hospital Adventista Silvestre, no Rio de Janeiro,15 o que exigiu uma mudança do norte do Brasil para a cidade do Rio de Janeiro.16 Depois, em 1975, participou de um treinamento de administração hospitalar no Centro Médico de Loma Linda, Califórnia. Além disso, também participou de um curso de administração hospitalar na Universidade Católica do Rio de Janeiro.17 Em 1977, idealizou e criou o Grupo Hospitalar Adventista do Brasil (GHAB), realizando seu primeiro congresso em 2 de novembro de 1978, no auditório do Hospital Adventista Silvestre. A reunião teve como objetivo incentivar jovens estudantes de medicina adventistas a se tornarem médicos missionários, dedicando seu tempo e talentos à Igreja.18

Mais tarde, Ruy foi escolhido para ser o primeiro tesoureiro sul-americano da Divisão Sul-Americana (DSA), atuando nessa função de 1980 a 1995.19 Ao longo desses 15 anos, ele viajou por toda a divisão realizando reuniões com os tesoureiros de associações e igrejas locais.20 Além disso, também viu o grande crescimento numérico da IASD na América do Sul resultante do novo plano de gerenciamento da DSA, que basicamente consistia em dividir para crescer. A Divisão Sul-Americana enfatizou o evangelismo não apenas nas grandes cidades, mas também nas aldeias e pequenas cidades e nas áreas de selva ao longo do rio Amazonas. No final de 1982, eram esperados cerca de 60 mil batismos como resultado do trabalho.21 Na Conferência Geral realizada em 1990 em Indianápolis, Estados Unidos, Ruy foi reeleito tesoureiro da DSA, ocupando esse cargo até 1995.22

Na Conferência Geral realizada em Utrecht, Holanda, em 1995, Ruy foi nomeado presidente da Divisão Sul-Americana. Aceito o chamado, ele enfatizou a importância do trabalho evangelístico pessoal e afirmou que a Missão Global continuaria sendo uma prioridade em sua administração.23 Ele também deu grande ênfase ao trabalho com pequenos grupos de ação missionária envolvendo pastores e a comunidade.24

Sob sua administração, diversas conferências evangelísticas foram realizadas em estádios do continente sul-americano. Além disso, ele lançou o plano de distribuição do livro O Caminho a Cristo, de Ellen G. White, em formato de revista, intitulado Paz na Tempestade; 2,6 milhões de cópias foram entregues à população. Ele também continuou o plano “dividir para crescer”, que produziu bons resultados para a divisão. As Uniões Nordeste Brasileira, Centro-Oeste Brasileira, Boliviana e Equatoriana foram organizadas e a União Peruana foi dividida em duas: União Peruana do Norte e União Peruana do Sul.25

Ainda sob a liderança de Ruy, foi criado o Sistema Adventista de Comunicação (SISAC), dando suporte para a compra de estações de rádio FM na América do Sul; esse foi o primeiro passo para o que viria a ser a Rede de Comunicação Novo Tempo.26 Devido aos vários esforços que foram feitos durante esse período, em agosto de 1997, o Brasil se tornou o país com o maior número de adventistas do mundo.27

Últimos Anos

Ruy Nagel foi presidente da Divisão Sul Americana de julho de 1995 até dezembro de 2006,28 sendo sucedido por Erton Carlos Köhler.29 Após sua jubilação, Ruy mudou-se para sua cidade natal, Porto Alegre, onde trabalhou ativamente no distrito local, pregando quase todos os sábados em uma igreja diferente.30 Devido à sua longa experiência na administração da igreja, ele às vezes era convidado a palestrar aos pastores e tesoureiros da Associação Sul-Rio-Grandense.31

Ruy Nagel faleceu em sua casa no dia 1° de maio de 2015, após um mal súbito. Foi sepultado em Porto Alegre, onde residia desde de 2007.32

Contribuição

Ruy Heinrich Nagel deixou um legado de 44 anos de contribuição para a Igreja Adventista do Sétimo Dia, servindo como pastor, secretário, tesoureiro e administrador no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, norte do Brasil e, mais tarde, em todo o campo sul-americano. Era conhecido como um líder seguro que dava orientações precisas a seus funcionários. Como tesoureiro e presidente da Divisão Sul-Americana, ele administrou a igreja em um momento de grande instabilidade econômica. Mesmo assim, a organização adventista experimentou um bom crescimento nesse período. Além disso, "sua liderança contribuiu para o desenvolvimento de um programa forte e sustentável de expansão em novos locais.”33

Referências

“Concílio para estudantes da Saúde.” Revista Adventista, dezembro, 1988.

“Encontro de Tesoureiros.” Revista Adventista, outubro, 1981.

“Líderes eleitos em Indianapolis.” Revista Adventista, agosto, 1990.

“Ruy Nagel,” Revista Adventista, junho, 2015.

“Sintese Noticiosa.” Revista Adventista, abril, 1972.

“União Avalia e planeja ação evangelística.” Revista Adventista, setembro, 1998.

Cabedi, G. Roberto. Uma Semente de Esperança. primeira edição, Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2015.

Lemos, Felipe. “Morre o pastor Ruy Nagel, ex-presidente da Igreja Adventista na América do Sul.” Notícias Adventistas, 1 de maio, 2015.

Lorrini, Bianca. “Pastor Ruy Nagel fala aos pastores do escritório da igreja adventista no leste do RS.” Notícias Adventistas.

Sarli, Tércio. Minha Vida de Pastor II. primeira edição, Campinas, SP: Certeza Editorial, 2009.

Seventh-day Adventist Yearbook. Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1965-66, 1967, 1968, 1970, 1975, 1981, 1995.

Siloé, João. “Câmara Legislativa do DF e Igreja Adventista lançam campanha contra violência.” Revista Adventista, outubro, 2005.

Torres, Fernando. “Em nome da Inocência.” Revista Adventista, outubro, 2006.

Wernick, Francis. “‘Divide and grow’ plan is working well.” ARH, 12 de maio, 1983.

Valle, Arthur. “First medical student congress well attended.” ARH, 2 de novembro, 1978.

Notas de fim

  1. Tércio Sarli, Minha Vida de Pastor II. (Campinas, SP: Certeza Editorial, 2009), 626.
  2. Ibid., 626.
  3. Ibid.
  4. Ibid., 629.
  5. “União Avalia e planeja ação evangelística,” Revista Adventista, setembro, 1998, 18; Fernando Torres, “Em nome da Inocência,” Revista Adventista, outubro, 2006, 26; Siloé João, “Câmara Legislativa do DF e Igreja Adventista lançam campanha contra violência,” Revista Adventista, outubro, 2005, 43.
  6. Sarli, 626, 627.
  7. “Rio Grande do Sul Conference,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1965, 66), 208; “Rio Grande do Sul Conference,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1967), 211.
  8. “South American Division,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1967), 211; Sarli, 627.
  9. Lemos, Felipe, “Morre ex-líder adventista pastor Ruy Nagel,” Revista Adventista, 1º de maio, 2015.
  10. “South American Division,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1968), 212; Sarli, 627.
  11. Sarli, 627-628.
  12. Ibid.
  13. “North Brazil Union Mission,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1970), 222.
  14. Sarli, 628.
  15. “Síntese Noticiosa,” Revista Adventista, abril, 1972, 28.
  16. “Medical Institutions,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1975), 396.
  17. Sarli, 628.
  18. Valle, S. Arthur, “First medical student congress well attended,” ARH, 2 de novembro, 1978, 22-23; “Concílio para estudantes da Saúde,” Revista Adventista, dezembro, 1988, 30.
  19. “South American Division,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1981), 261.
  20. “Encontro de Tesoureiros,” Revista Adventista, outubro, 1981, 20.
  21. Francis Wernick, “‘Divide and grow’” plan is working well,” ARH, 12 de maio, 1983, 17, 18.
  22. “Líderes eleitos em Indianapolis,” Revista Adventista, agosto, 1990, 23.
  23. “General Conference,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1995), 633-634; Roberto G. Canedo, Uma Semente de Esperança (Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2015), 213.
  24. Canedo, 213.
  25. Ibid.
  26. Ibid., 214.
  27. Ibid.
  28. Ibid., 212.
  29. Ibid., 214.
  30. Sarli, 633.
  31. Bianca Lorrini, “Pastor Ruy Nagel fala aos pastores do escritório da igreja adventista no leste do RS,” Notícias Adventistas, 24 de outubro, 2014.
  32. “Ruy Nagel,” Revista Adventista, junho, 2015, 32.
  33. Felipe Lemos, “Morre ex-líder adventista pastor Ruy Nagel,” Notícias Adventistas, 1º de maio, 2015; Canedo, 213.
×

UNASP, The Brazilian White Center –. "Nagel, Ruy Heinrich (1939–2015)." Encyclopedia of Seventh-day Adventists. July 07, 2021. Accessed June 19, 2024. https://encyclopedia.adventist.org/article?id=9GLY.

UNASP, The Brazilian White Center –. "Nagel, Ruy Heinrich (1939–2015)." Encyclopedia of Seventh-day Adventists. July 07, 2021. Date of access June 19, 2024, https://encyclopedia.adventist.org/article?id=9GLY.

UNASP, The Brazilian White Center – (2021, July 07). Nagel, Ruy Heinrich (1939–2015). Encyclopedia of Seventh-day Adventists. Retrieved June 19, 2024, https://encyclopedia.adventist.org/article?id=9GLY.