Souza, Jonas Monteiro de (1916–2004)

By The Brazilian White Center – UNASP

×

The Brazilian White Center – UNASP is a team of teachers and students at the Brazilian Ellen G. White Research Center – UNASP at the Brazilian Adventist University, Campus Engenheiro, Coelho, SP. The team was supervised by Drs. Adolfo Semo Suárez, Renato Stencel, and Carlos Flávio Teixeira. Bruno Sales Gomes Ferreira provided technical support. The following names are of team members: Adriane Ferrari Silva, Álan Gracioto Alexandre, Allen Jair Urcia Santa Cruz, Camila Chede Amaral Lucena, Camilla Rodrigues Seixas, Daniel Fernandes Teodoro, Danillo Alfredo Rios Junior, Danilo Fauster de Souza, Débora Arana Mayer, Elvis Eli Martins Filho, Felipe Cardoso do Nascimento, Fernanda Nascimento Oliveira, Gabriel Pilon Galvani, Giovana de Castro Vaz, Guilherme Cardoso Ricardo Martins, Gustavo Costa Vieira Novaes, Ingrid Sthéfane Santos Andrade, Isabela Pimenta Gravina, Ivo Ribeiro de Carvalho, Jhoseyr Davison Voos dos Santos, João Lucas Moraes Pereira, Kalline Meira Rocha Santos, Larissa Menegazzo Nunes, Letícia Miola Figueiredo, Luan Alves Cota Mól, Lucas Almeida dos Santos, Lucas Arteaga Aquino, Lucas Dias de Melo, Matheus Brabo Peres, Mayla Magaieski Graepp, Milena Guimarães Silva, Natália Padilha Corrêa, Rafaela Lima Gouvêa, Rogel Maio Nogueira Tavares Filho, Ryan Matheus do Ouro Medeiros, Samara Souza Santos, Sergio Henrique Micael Santos, Suelen Alves de Almeida, Talita Paim Veloso de Castro, Thais Cristina Benedetti, Thaís Caroline de Almeida Lima, Vanessa Stehling Belgd, Victor Alves Pereira, Vinicios Fernandes Alencar, Vinícius Pereira Nascimento, Vitória Regina Boita da Silva, William Edward Timm, Julio Cesar Ribeiro, Ellen Deó Bortolotte, Maria Júlia dos Santos Galvani, Giovana Souto Pereira, Victor Hugo Vaz Storch, and Dinely Luana Pereira.

 

 

First Published: July 24, 2021

Jonas Monteiro de Souza, professor, compositor e maestro, nasceu em 24 de fevereiro de 1916, na cidade de Santana, Bahia, próximo à fronteira com o estado de Minas Gerais. Seu pai, João Monteiro de Souza (1888-1960) nasceu em Alegre, Bahia, e sua mãe, Sebastiana D’Oliveira Silva (1893-1982) nasceu em Macaúbas, Bahia. Ambos faleceram na cidade de Lavínia, no estado de São Paulo. Jonas tinha cinco irmãos: Alice de Oliveira e Souza, Ezequias Monteiro de Souza, Hercília de Oliveira e Souza, Jemima Monteiro de Souza e Oldina de Oliveira e Souza. Nascido em um lar adventista, recebeu estudos bíblicos do Pastor Paulo Seidl, quem o batizou em Santana, sua cidade natal.1

Aos 18 anos, com recursos financeiros limitados, migrou para São Paulo a fim de estudar no Colégio Adventista Brasileiro (atual Centro Universitário Adventista de São Paulo). No início, ele não tinha certeza se conseguiria permanecer no colégio, mas depois de alguns dias a instituição lhe concedeu uma bolsa.2 Em 1938 iniciou o curso de Teologia, concluindo-o em 1940 (naquela época o curso durava apenas dois anos). No entanto, Jonas não optou por uma carreira ministerial, mas escolheu dedicar-se ao magistério.3

Casou-se com Eunice Simon (1920-2006) em 11 de dezembro de 1940, na cidade de São Paulo. Ela era natural do Rio Grande do Sul, nascida em Porto Alegre, capital do estado. O casal teve quatro filhos e uma filha: Enio, Vania, Élcio (27 de julho de 1948 – 30 de novembro de 1979), Lélio e Névio. Eunice também foi professora.4

Em 1940, Jonas uniu-se ao corpo docente do Instituto Teológico Adventista, (atual Instituto Petropolitano Adventista de Ensino), situado na cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro. Ali lecionou história, geografia, química, português e latim. Ao mesmo tempo, foi regente do coral até 1946. Em 1950, iniciou uma segunda graduação - em Letras Clássicas - na Universidade do Brasil, hoje denominada Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 1951, junto à esposa, voltou a lecionar no Instituto Teológico Adventista, servindo nessa função até 1953.5

Em 1957 mudou-se para a cidade de Volta Redonda, onde trabalhou como diretor da escola municipal Getúlio Vargas, e posteriormente fundou a sua própria escola, o Ginásio 17 de julho. Nessa cidade, ajudou a fundar duas igrejas adventistas. Também auxiliou na construção de mais uma igreja na cidade de Lavínia, interior de São Paulo. Entre 1979 e 1980, foi professor no Instituto Adventista de São Paulo (atual Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Hortolândia).6

Músico autodidata, Jonas foi regente de coral nas igrejas adventistas de Madureira, Méier e Volta Redonda, todas localizadas no Rio de Janeiro. Além disso, compôs várias canções, incluindo uma canção infantil chamada “O Dilúvio” e dois hinos do Hinário Adventista do Sétimo Dia brasileiro, “A Voz de Jesus”, número 90, e “Recordação da Infância”, número 451. (O primeiro foi traduzido para o espanhol com o título “La Voz de Jesús,” e é o hino número 309 do Hinário Adventista do Sétimo Dia em espanhol.)7

Jonas faleceu em 24 de agosto de 2004, aos 88 anos, na cidade de Volta Redonda, estado do Rio de Janeiro.8 Ele deixou um legado importante nas áreas educacional e musical da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Por meio de sua influência e atuação, foram fundadas igrejas nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

Referências

Lessa, Rubens S., editor. Hinário Adventista do Sétimo Dia. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 1996.

Marski, Geraldo R. Quando tudo dá certo. Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2002.

Seventh-day Adventist Yearbook. Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association. Vários anos.

Steger, Carlos A., editor. Himnario Adventista. Florida Oeste, AR-B: Asociación Casa Editora Sudamericana, 2009.

Walton J. Brown. “O Segundo Ano Escolar do ITA.” Revista Adventista, agosto, 1941.

Walton J. Brown. “Os Missionários do ITA.” Revista Adventista, fevereiro, 1942.

Notas de fim 

  1. Enio Monteiro, entrevista para Ryan Medeiros, Engenheiro Coelho, São Paulo, 17 de maio, 2019.
  2. Geraldo R. Marski, Quando Tudo dá Certo(Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 2002), 112.
  3. Renato Stencel; William Edward Timm, “História da FaculdadeAdventista de Teologia no Brasil,” ACADE Acessado em 5 de maio de 2019, https://www.academia.edu/8523969/Breve_Hist%C3%B3rico_do_SALT_-_Brasil_Sul; e Enio Monteiro, entrevista para Ryan Medeiros, Engenheiro Coelho, São Paulo, 17 de maio, 2019.
  4. Enio Monteiro, entrevista para Ryan Medeiros, Engenheiro Coelho, São Paulo, 17 de maio, 2019.
  5. Ibid.; “East Brazil Academy,” Seventh-day Adventist Yearbook(Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1941), 265; “East Brazil Academy,” Seventh-day Adventist Yearbook (Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1947), 237; Brown, Walton J., “O Segundo Ano Escolar do I.T.A,” Revista Adventista, agosto, 1941, 10; Brown, Walton J., “Os Missionários do ITA,” Revista Adventista, fevereiro, 1942, 10.
  6. Enio Monteiro, entrevista para Ryan Medeiros, Engenheiro Coelho, São Paulo, 17 de maio, 2019; e “São Paulo Academy,” Seventh-day Adventist Yearbook(Washington, D.C.: Review and Herald Publishing Association, 1980), 397.
  7. Enio Monteiro, entrevista para Ryan Medeiros, Engenheiro Coelho, São Paulo, 17 de maio, 2019; Rubens S. Lessa, ed., Hinário Adventista do Sétimo Dia(Tatuí, SP: Casa Publicadora Brasileira, 1996); e Carlos A. Steger, ed., Himnario Adventista (Florida Oeste, AR-B: Asociación Casa Editora Sudamericana, 2009).
  8. Enio Monteiro, entrevista para Ryan Medeiros, Engenheiro Coelho, São Paulo, 17 de maio, 2019.
×

UNASP, The Brazilian White Center –. "Souza, Jonas Monteiro de (1916–2004)." Encyclopedia of Seventh-day Adventists. July 24, 2021. Accessed June 20, 2024. https://encyclopedia.adventist.org/article?id=CGPE.

UNASP, The Brazilian White Center –. "Souza, Jonas Monteiro de (1916–2004)." Encyclopedia of Seventh-day Adventists. July 24, 2021. Date of access June 20, 2024, https://encyclopedia.adventist.org/article?id=CGPE.

UNASP, The Brazilian White Center – (2021, July 24). Souza, Jonas Monteiro de (1916–2004). Encyclopedia of Seventh-day Adventists. Retrieved June 20, 2024, https://encyclopedia.adventist.org/article?id=CGPE.